sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Anúncio de Morte

Durante a Primeira Guerra Mundial o capitão Eldred Bowyer-Bower, aeronauta britânico, é atacado por forças inimigas na França, que atingem o seu avião e causam sua morte.

O fato, que ocorreu no dia de 19 de março de 1917, foi marcado de forma "inusitada". Na manhã daquele dia, num outro país, sua meia-irmã estava em um quarto de hotel em Calcutá cuidando do seu bebé, quando notou seu meio-irmão atrás de si. Apesar de estranhar a presença dele, daquele modo, ficou bastante contente, não desconfiando o motivo da sua visita.

A Sra. Spearman, esse era o seu nome, após dispensar algumas mensagens de boas vindas ao capitão, virou-se, então, a fim de colocar seu filho no berço para poder abraçar o capitão. Só que naquele momento voltara a ficar a sós com a criança -- seu irmão havia sumido.

Àquela mesma hora, a Sra. Chater, irmã de mesmo pai e mãe do cap. Bowyer-Bower, por intermédio de sua filha de 3 anos, recebeu a visita da aparição do aeronauta. Enquanto se vestia, a Sra. Chater foi interrompida pela estranha notícia de sua filha. Dizia ela que acabara de ver seu tio, apelidado por ela de tio Alley Boy, no andar de baixo.

Sua mãe tentou persuadi-la de que seu tio estava na França. Mas a menina teimou em continuar dizendo que o havia visto.

Ainda durante aquele dia a Sra. Charter escreveu uma carta à sua mãe falando do ocorrido para expressar o quanto a menina gostava do tio. As duas irmãs do aviador só souberam da sua morte dias depois do ocorrido.

Fonte: Casos Extraordinários