sábado, 25 de outubro de 2008

Christopher Lee


Christopher Frank Carandini Lee, (Londres, 27 de maio de 1922) é um prolífico ator britânico nascido na Inglaterra e conhecido por sua versatilidade e longevidade cinematográfica, alem de um notório cantor, dono de uma voz incomparável.

Chris Lee, como é chamado intimamente, ficou conhecido mundialmente interpretando o Conde Drácula, personagem que encarnou por diversas vezes pelos estúdios da britânica HAMMER FILMS.

Chistopher Lee (por Gabriel Paixão)

"Existem muitos vampiros hoje em dia. Você só precisa pensar na indústria do cinema...”

De todos os atores que passaram pela telona, poucos foram tão atuantes e tão importantes quanto Christopher Lee. Seu talento que consegue ser maior do que sua altura física (1,96 m) e sua voz única e gutural costumam ser um atrativo a mais em todos os filmes em que participou (mais de 220 até o momento), desde bagaceiras como Funny Man até grandes blockbusters como O Senhor dos Anéis e o melhor, defendeu personagens que são lembrados com alegria não apenas pelos entusiastas do cinema fantástico, mas pelos amantes da sétima arte em geral.

Se o mundo fosse justo, este homem teria levado ao menos um prêmio da academia de cinema, entretanto apesar de sua carreira repleta de elogios, não levou sequer uma indicação ao Oscar... Mas como dizem, quem precisa de um careca dourado quando se tem milhões de fãs? E é um pouco da história desta lenda viva que vamos acompanhar agora.

Christopher Frank Carandini Lee nasceu no dia 27 de maio de 1922 em Londres, Inglaterra, filho do Tenente-Coronel Geoffrey Trollope Lee e de Marchesina Estelle Marie Carandini di Sarzano, a neta de um refugiado italiano, mas seus pais acabaram se separando em 1926 e Marchesina levaria Lee e sua irmã Xandra.

Enquanto Lee ainda era uma criança, sua mãe retornara para Londres e casara novamente com um banqueiro chamado Harcourt George St. Croix, primo de Ian Fleming, autor dos livros de James Bond. Entretanto, futuramente ela se separaria de novo. Depois de estudar no Wellington College dos 14 aos 17 anos, Lee trabalhou para algumas empresas navais até o ano de 1941, quando se alistou na força aérea real e lutou na Segunda Guerra Mundial, onde saiu com a patente de tenente.

Depois de ser liberado do serviço militar, optou pela carreira de ator, conseguindo um contrato de sete anos com a produtora “Rank Organization”. Após discutir seu interesse com o seu tio Nicolò Carandini, o embaixador italiano, acaba começando em pequenas participações em filmes como Escravo do Passado (1948). Lee também participou brevemente do filme Hamlet (1948) de Laurence Olivier, onde apareceu também seu futuro parceiro de filmes e amigo pessoal, Peter Cushing . Ambos os atores apareceriam no Moulin Rouge (1952), mas contracenariam juntos apenas nos filmes de terror.

Nos primeiros anos da década de 50, Lee participou de numerosos filmes e produções para a televisão, entretanto o estrelato viria apenas após sua associação com a “Hammer Film Productions”. Lá, Christopher Lee começaria com A Maldição de Frankestein (1957), em seguida seu papel mais lembrado, como Drácula em Vampiro da Noite (1958), e depois com A Múmia (1959) e O Cão dos Baskervilles (1959), todos co-estrelados por Peter Cushing. Lee faria mais filmes no papel do vampiro Drácula, nas seqüências durante as décadas de 60 e princípio de 70, totalizando seis filmes neste papel, cinco na Hammer.

Durante este período, ele fez várias participações como Fu Manchu, sendo que o mais notório foi o primeiro da série, The Face of Fu Manchu (1965), e mais um monte de produções na Europa. Com sua própria produtora, a “Charlemagne Productions Ltd.”, Lee fez Terror na Penumbra (1972) e Uma Filha Para o Diabo (1976).

A partir da metade da década de 70, Christopher Lee resolveu descolar um pouco das produções de terror e finalmente conseguiu conquistar a América, principalmente com o papel do vilão Francisco Scaramanga em 007 Contra o Homem da Pistola de Ouro (1974). A partir de então, Lee tornou-se um dos atores mais ocupados de Hollywood, com diversas produções para a TV e cinema, tanto nos Estados Unidos quanto na Inglaterra.

A carreira de Christopher Lee é revitalizada no começo do século 21 com aparições marcantes em duas das franquias mais rentáveis da história do cinema: O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel (2001) e As Duas Torres (2002) como o mago Saruman, e Star Wars: Episódio II - O Ataque dos Clones (2002) e Star Wars: Episódio III – A Vingança dos Sith (2005), como o Conde Dooku (ou Dookan, como queiram).

Seu trabalho é reconhecido no ano de 2001 em sua terra natal quando recebe a “Comenda da Ordem do Império Britânico” por sua contribuição para a arte, merecidíssimo por sinal. Todo este ritmo de trabalho não parou no cinema: Lee chegou a dublar personagens em games como “Kingdom Hearts II” e “GoldenEye: Rogue Agent”, e é claro aguardamos ainda mais deles.

Claro que enumerar e citar os trabalhos de destaque de Christopher Lee é uma tarefa que poderia facilmente gerar um livro, mas este texto já é suficiente para ter idéia da importância de sua presença na sétima arte, afinal de demônio da noite a lorde Sith, Christopher Lee merece uma reverência como um dos maiores atores da história.

Curiosidades

- Lee foi o único membro do elenco da trilogia O Senhor dos Anéis que conheceu Tolkien em pessoa. Ele é declaradamente um fã ávido de Tolkien e admite que lê toda a trilogia pelo menos uma vez por ano;

- Embora ninguém tenha contado oficialmente, Christopher Lee possui o maior número de cenas de lutas de espada do que qualquer outro ator;

- Inicialmente foi oferecido a Lee o papel do Dr. Sam Loomis em Halloween (1978). Lee recusou e mais tarde assumiu que foi o pior erro de sua vida;

- É um cantor clássico treinado. Seus dotes musicais podem ser vistos em um trecho do filme The Return Of Captain Invincible (1983) onde ele canta uma canção e na trilha sonora de O Homem de Palha (1973). Em outubro de 2006, ele lançou um CD intitulado “Christopher Lee: Revelation”, incluindo músicas como “The Toreador March” e “O Sole Mio”;

- Seu envolvimento com a música inclui uma participação na narração de algumas faixas dos discos “Symphony of Enchanted Lands II: The Dark Secret” e “Triumph or Agony”, da banda “Rhapsody of Fire”, chegando a fazer um dueto com o vocalista Fabio Lione no single “The Magic of the Wizard's Dream”. “Rhapsody of Fire” é sua banda favorita ao lado da banda americana “Manowar” (o que demonstra o bom gosto musical do ator);

- Além de primo distante e parceiro de golfe de Ian Fleming, Lee foi a escolha pessoal do autor para o papel do vilão do primeiro filme de James Bond, 007 Contra o Satânico Dr. No (1962). Como sabemos o papel ficou com o não menos brilhante Joseph Wiseman, mas Lee seria vilão do agente secreto em 007 Contra o Homem da Pistola de Ouro (1974);

- Vincent Price e Christopher Lee nasceram no mesmo dia (27 de maio) e Peter Cushing nasceu em 26 de maio;

- Um dublê foi utilizado para as lutas com sabre de luz em Star Wars: Episódio II - O Ataque dos Clones. A face de Lee foi sobreposta ao corpo do dublê. Lee mencionou que em 40 anos desempenhou muitas lutas de espada, mas “nunca mais”, utilizando suas palavras;

- Christopher Lee é fluente em alemão, francês, espanhol e italiano, além de “se virar” em russo e grego;

- Foi oferecido para Lee o papel de Moff Tarkin em Star Wars (1977). Desistiu e o papel ficou com seu amigo Peter Cushing;

- Possui três papéis em comum com Boris Karloff. Ambos interpretaram “Fu Manchu”, “A Múmia” e “O Monstro de Frankenstein”;

- Estatisticamente, em 85% dos mais de 220 filmes que participou, foram papéis de vilões e seus picos de produtividade foram nos anos de 1955 e 1970, onde atuou em 9 filmes nestes anos.

- Christopher e sua esposa Gitte Lee foram amigos pessoais de Boris Karloff e sua esposa, coincidentemente foram vizinhos na Inglaterra;

- De acordo com seu amigo Norman Lloyd, ele tem uma espécie de hobby excêntrico: era fascinado por execuções públicas e sabia o nome de cada executor oficial da Inglaterra desde a metade do século XV;

- Durante as filmagens de A Múmia (1959), Lee feriu-se. Todos os vidros quebrados por Lee eram reais e deslocaram seu ombro, além de dores nos músculos do pescoço, especialmente quando deveria carregar uma atriz com os braços estendidos por um pântano, o que machucou seu ombro consideravelmente;

- Em O Vampiro da Noite (1958), Lee deveria jogar uma mulher em um cemitério, mas quando a carregou ela era inesperadamente pesada e na tentativa de jogá-la, Lee caiu junto com ela.

Filmografia

2005 - A Noiva Cadáver (Corpse Bride, The) (voz)
2005 - Star Wars: Episódio III - A Vingança dos Sith (Star Wars: Episode III - Revenge of the Sith)
2005 - A Fantástica Fábrica de Chocolate (Charlie and the Chocolate Factory)
2004 - Rios Vermelhos 2 - Anjos do Apocalipse (Les Rivières Pourpres 2 - Les Anges de l'apocalypse)
2003 - O Senhor dos Anéis - O Retorno do Rei (The Lord of the Rings: The Return of the King)
2002 - O Senhor dos Anéis - As Duas Torres (The Lord of the Rings: The Two Towers)
2002 - Star Wars: Episódio II - Ataque dos Clones (Star Wars: Episode II - Attack of the Clones)
2001 - O Senhor dos Anéis - A Sociedade do Anel (The Lord of the Rings: The Fellowship of the Ring)
1999 - A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça (Sleepy Hollow)
1998 - O Enigma de Talos (Tale of the Mummy)
1997 - Tarot - O Mistério das Cartas (Tarot)
1997 - A Odisséia (The Odyssey) (TV)
1996 - Drácula e os Mortos-Vivos (World of Hammer: Dracula and the Undead, The) (Documentário)
1994 - Funny Man - O Príncipe da Maldade e da Travessura (Funny Man)
1994 - Loucademia de Polícia - Missão Moscou (Police Academy: Mission to Moscow)
1993 - Trem da Morte (Death Train) (TV)
1992 - Double Vision (TV)
1990 - A Ilha do Tesouro (Treasure Island)
1990 - Gremlins 2 - A Nova Turma (Gremlins 2: The New Batch)
1990 - Curse III: Blood Sacrifice
1989 - Enigma dos Deuses (Olympus Force)
1989 - A Volta ao Mundo em 80 Dias (Around the World in 80 Days) (TV)
1988 - Dark Mission
1987 - Mio na Terra da Magia (Mio Min Mio)
1986 - A Idade do Lobo (Girl, The)
1985 - Grito de Terror (Howling II)
1983 - Return of Captain Invincible, The
1983 - A Mansão da Meia-Noite (House of the Long Shadows)
1981 - Evil Stalks This House (TV)
1981 - A Salamandra (Salamander, The)
1981 - A Espera de Golias (Goliath Awaits) (TV)
1981 - O Ajuste de Contas (An Eye for An Eye)
1979 - 1941 - Uma Guerra Muito Louca (1941)
1979 - Passageiros do Inferno (Passage, The)
1978 - Perigo na Montanha Enfeitiçada (Return From Witch Mountain)
1977 - O Dia do Juízo Final (End of the World)
1977 - Starship Invasions
1977 - Poderes Ocultos (Meatcleaver Massacre)
1976 - Dracula père et fils
1976 - Uma Filha Para o Diabo (To The Devil a Daughter)
1975 - Mercenários do Diamante (Killer Force)
1975 - Whispering Death
1975 - Keeper, The
1975 - A Vingança de Milady (Four Musketeers, The)
1975 - A Verdadeira História de Drácula (In Search of Dracula)
1974 - 007 Contra o Homem da Pistola de Ouro (Man With the Golden Gun, The)
1973 - Os Ritos Satânicos de Drácula (Satanic Rites of Dracula, The)
1973 - O Homem de Palha (Wicker Man, The)
1973 - Metrô da Morte (Deathline)
1972 - Terror na Penumbra (Nothing But the Night)
1972 - Drácula no Mundo da Minissaia (Dracula A.D. 1972)
1972 - Desejo de Vingança (Hannie Caulder)
1972 – O Expresso do Horror (Horror Express)
1972 - O Soro Maldito (I, Monster)
1971 – A Casa Que Pingava Sangue (House That Dripped Blood, The)
1970 - Júlio César (Julius Caesar)
1970 - O Conde Drácula (Scars of Dracula)
1970 - El Conde Dracula
1970 - Grite, Grite Outra Vez (Scream and Scream Again)
1969 - O Ataúde do Morto-Vivo (Oblong Box, The)
1969 - El proceso de los brujas
1968 - Vengeance of Fu Manchu, The
1968 - Victims of Terror
1968 - Die folterkammer des Dr. Fu Manchu
1968 - A Maldição do Altar Escarlate (Curse of the Crimson Altar)
1968 - Drácula, o Perfil do Diabo (Dracula Has Risen From the Grave)
1968 - Blood of Fu Manchu, The
1968 - Face of Eve, The
1968 - As Bodas de Satã (Devil Rides Out, The)
1967 - O Passado Tenebroso (Die schlangengrube und das pendel)
1967 - Vengeance of Fu Manchu, The
1966 - Brides of Fu Manchu, The
1966 - Circus of Fear
1966 - Rasputin: The Mad Monk
1966 – Teatro dos Horrores (Theatre of Death)
1966 - Drácula, o Príncipe das Trevas (Dracula: Prince of Darkness)
1965 - Face of Fu Manchu, The
1965 - A Maldição da Caveira (Skull, The)
1965 - As Profecias do Dr. Terror (Dr. Terror's House of Horrors)
1964 - Il castello dei morti vivi
1964 - A Górgona (Gorgon, The)
1964 - Devil-Ship Pirates
1964 - La maldición de los Karnstein
1963 - Katarsis
1963 - O Silêncio (Tystnaden)
1962 - Strangehold
1962 - O Mais Longo dos Dias (Longest Day, The)
1961 - Hércules no Centro da Terra (Ercole al centro della terra)
1961 - Devil's daffodil, The
1961 - Taste of Fear
1961 - Terror of the Tongs
1960 - O Monstro de Duas Faces (Two Faces of Dr. Jekyll, The)
1960 – Horror Hotel (City of the Dead)
1959 - Tempi duri per i vampiri
1959 - A Múmia (Mummy, The)
1959 - O Homem Que Enganou a Morte (Man Who Could Cheat Death, The)
1959 - O Cão dos Baskervilles (Hound of the Baskervilles, The)
1958 - Vampiro da Noite (Dracula)
1958 - A Sombra da Guilhotina (A Tale of Two Cities)
1957 - A Maldição de Frankenstein (Curse of Frankenstein, The)
1955 - O Príncipe Negro (Dark Avenger, The)
1952 - Moulin Rouge (Moulin Rouge)
1952 - O Pirata Sangrento (Crimson Pirate, The)
1948 - Sarabanda (Saraband for Dead Lovers)
1948 - Hamlet (Hamlet)
1948 - Música na Noite (Musik I Moker)
1948 - Escravo do Passado (Corridor of Mirrors)

Fontes: Wikipédia - A Enciclopédia Livre; http://www.bocadoinferno.com/romepeige/artigos/lee.html.