terça-feira, 7 de junho de 2011

Chupacabras

Miami, junho de 1996, Porto Rico, em 1995, e posteriormente por toda a América. Animais são estranhamente mortos com perfurações no pescoço e ficam sem sangue no corpo. Logo este animal misterioso seria chamado de Chupacabras.Ilustração de um ataque de chupacabras

Em Porto Rico, no ano de 1995. Ismael Aguayo, delegado da cidade de Canovanas, recebe uma chamada de animais mortos e vai investigar. Depois começa a receber diversos relatos de outros animais mortos.

Madalyne Tolentino e sua mãe foram as primeiras pessoas a ver o chupacabras, elas são entrevistas e descrevem o animal. Sua descrição alimentou a idéia de que ele veio do espaço. Até foi noticiado o caso de uma professora que diz ter conversado com ele!

O que seria o chupacabras?

Existem vários hipóteses, e alguns pesquisadores desenvolveram teorias próprio, que buscam explicar quem é o chupacabras.

1. Um ser do espaço

Seria o maior radiotelescópio do mundo, o de Arecibo, que fica no coração de Porto Rico o culpado? Ele já foi usado para enviar ondas de rádio ao espaço com mensagens de comunicação em busca de contato com extraterrestres. Seth Shostak, quando indagado sobre o assunto, diz que não tem nada a ver e que para ele, chupacabras não existe. Assim, aqui assumimos que o chupacabras é um ET.

2. Um cachorro

Para diversas pessoas, o chupacabra teria uma explicação bem deste mundo e bastante natural. Ele seria simplesmente um cachorro selvagem. Esta teoria tem um problema, pois não consegue explicar porque os animais ficaram sem uma gota de sangue no corpo.

3. Um inseto mutado

Outra Marco Reynoso, que vai até a cidade de Linares para saber sobre um ataque de chupacabras. Para ele o chupacabras é a mutação de um grande inseto.

4. Vizinho interdimensional

Mas como o chupacabras saiu de Porto Rico e foi para o continente em menos de um anos? O pesquisador Scott Corrales, explica que existem diversos universos paralelos e o chupacabra utilizou uma espécie de portal interdimensional. A floresta El Yunque, famosa em Porto Rico como um local de acontecimentos muito estranhos, seria uma destas portas interdimensionais.

5. Experiência da CIA que fugiu ao controle

Existe ainda um outra explicação. Segundo o pesquisador Orlando Pla, o chupacabras tem a ver com os EUA. Os militares e Porto Rico tem uma relação estreita, veja o porque. A CIA fazia experiências muito estranhas na ilha, já que não podem fazer nos EUA. Em 1950 as mulheres receberam injeções de controle de fertilidade. Em 1960 eles recebem o agente laranja. E ainda mais. Na segunda guerra mundial, nas Filipinas, os soldados americanos inventaram a história de um monstro chupador de sangue para evitar os nativos de lutarem na selva. Orlando diz que a CIA tentou criar de verdade o monstro chupador de sangue.

O Xerife Ismael Aguayo também acredita que o chupacabra seja uma experiência da CIA que fugiu ao controle e conseguiu escapar.
Os pesquisadores analisam as provas encontradas

No ano 2000, uma nova onda de ataques ocorreu no Chile. Diversos pesquisadores correm para o local para coletarem provas. Scott Corrales, um dos maiores especialistas em chupacabras do mundo também vai ao local realizar investigações.

Moldes foram feitos pelo pesquisador Dr. Virgilio Sanchres de pegadas encontradas, além disto, ele tem uma amostra de pêlos de um suposto chupacabra. Ron Mcgill é outro pesquisador que se interessou pelas pegadas.

Com as provas em mãos, chegou a hora de analisá-las. O dr. Dennis Murray analisa os moldes obtidos pelo pesquisador Sanches. Ele conclui que são de um cachorro. A Universidade do Canadá, através da Dr. Linsay Weins, faz analise de DNA das amostra dos pêlos coletados, e resultado é que são pêlos de um cão doméstico, para a frustação do pesquisador Sanches.

Isto não prova que todos os ataques de chupacabras sejam na verdade ataques de cachorros e a investigação vai continuar por muito tempo... E além disso, ninguém explicou direito porque as carcaças são encontradas sem nenhum sangue.

Últimas aparições

Policiais do Texas "ressuscitaram" o mito do chupacabras ao apresentarem uma suposta gravação do bicho correndo por uma estrada. O video foi gravado em 8/8/2008 perto da cidade de Cuero.

Embora as imagens levem a crer que trata-se apenas de um coiote - de acordo com biólogos consultados pela Associated Press -, os policiais Ellie Carter e Brandon Riedel, do condado de DeWitt, dizem ter certeza de que viram um "chupacabras".

Fonte: http://areaterror.blogspot.com/2009/05/relato-do-chupa-cabra.html