quinta-feira, 23 de junho de 2016

Livro Raro Sobre Bruxaria Encontrado em Alberta

Massacre dos valdenses. Antes de tudo, somos cristãos ...

Em 2012 o periódico canadense "Toronto Star" noticiou que um professor de História da Universidade de Alberta, encontrou um tratado do século 15 extremamente raro sobre os males da bruxaria na Bruce Peel Special Collection Library (uma biblioteca dessa cidade).

O professor, Dr. Andrew Gow, se deparou, surpreso, com um livro intitulado "Invectivas Contra a Seita dos Valdenses" (Invectives Against the Sect of Waldensians) em 2005, enquanto vasculhava a biblioteca para adquirir material para suas aulas.

Decorrido um mês após essa descoberta, um especialista em livros raros da Holanda chegou à universidade para conduzir uma investigação completa sobre esse livro. A conclusão do especialista: a cópia de Alberta pode ser às das invectivas originais, sobre a qual os outras três cópias conhecidas foram baseadas.

O livro "Invectives Against the Sect of Waldensians" foi provavelmente escrito em 1465 por um monge francês na Borgonha. O título do livro é uma referência à heresia valdense, que era ativa na França medieval, até que ela foi violentamente e repetidamente suprimida pelas autoridades católicas.

Mas o que significa a palavra “invectives” (invectiva)?  É uma palavra ou série de palavras injuriosas e violentas contra alguém ou algo. Além de suas reivindicações contra os valdenses, "Invectives" instrui caçadores de bruxas sobre como identificar os muitos sinais e variedades de bruxaria. Instruções essas terrivelmente cumpridas e bem-sucedidas, contribuindo para as atrocidades dos expurgos da feitiçaria ao longo dos 200 anos seguintes. O livro também definiu algumas das bases para a concepção moderna da feitiçaria por descrever caldeirões.

Então, o papado de Roma perseguia os valdenses, suas ideias liberais de culto simples, associavam a “bruxaria” com eles e qualquer pessoa culta que quisesse se expressar sobre essa organização.

O caminho percorrido pelo livro da França do século 15 ao século 21 de Alberta permanece misterioso. Dr. Gow suspeita que o livro foi alojado em um mosteiro Inglês até a Reforma, quando foi transferido para mãos privadas. Mas os fatos são escassos. O livro foi doado para a Universidade de Alberta em 1988 pelo colecionador de livros John Lunn .

Mas o que aconteceu no meio permanece um enigma.


Postar um comentário
Si prega di attivare i Javascript! / Please turn on Javascript!

Javaskripta ko calu karem! / Bitte schalten Sie Javascript!

Por favor, active Javascript!

Qing dakai JavaScript! / Qing dakai JavaScript!

Пожалуйста включите JavaScript! / Silakan aktifkan Javascript!Better Stop Adblock