domingo, 21 de fevereiro de 2016

Precioso Alimento dos Cavalos Espanhóis


Quando os conquistadores chegaram ao Peru, centro do grande império dos incas, os índios peruanos pensaram que os cavalos de batalha dos espanhóis fossem monstros ferozes e perigosos, completamente diferentes de seus dóceis lhamas, especialmente quando esses animais escavavam o solo, relinchavam e balançavam a cabeça.

Amedrontados, os peruanos perguntaram aos cavalarianos por meio de um intérprete:

- O que é que esses ferozes animais comem?

Os espanhóis sabiam o que responder. Apontando para as joias e os ornamentos de ouro dos peruanos retrucaram:

- Eles comem essas coisas de metal amarelo. Estão com fome agora, mas não desejam ser vistos comendo. Deixem o alimento na frente deles e afastem-se daqui.

Nessa altura, os índios reuniram uma pilha de objetos de ouro, que os espanhóis colocaram no bolso. E então, chamando os índios de volta, disseram:

- Os ferozes animais ainda estão famintos. Tragam mais alimento.


Fonte: Livro «O Livro dos Fenômenos Estranhos» de Charles Berlitz