quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Arthur Miller

As obras do dramaturgo americano Arthur Miller exerceram grande influência no teatro do século XX e criaram novos modelos no que se refere à temática social e à profundidade psicológica dos personagens.

Arthur Miller nasceu na cidade de Nova York, em 17 de outubro de 1915. A ruína econômica de sua família, precipitada pela grande depressão da década de 1930, obrigou-o a trabalhar como auxiliar num armazém para custear os estudos na Universidade de Michigan, onde começou a escrever suas peças. Seu primeiro sucesso foi Focus (1945; Foco), romance sobre o anti-semitismo, e All My Sons (1947; Todos eram meus filhos), inspirada no teatro de Ibsen, foi sua primeira peça importante.

A consagração definitiva veio com Death of a Salesman (1949; A morte do caixeiro-viajante), representação da dramática desintegração dos valores sociais e humanos de um indivíduo de classe média, que ganhou o Prêmio Pulitzer. A esse êxito se sucederam outros, como The Crucible (1953; As feiticeiras de Salem), sobre os julgamentos de bruxas em Massachusetts, em 1692, que foi interpretada como uma alusão às perseguições macartistas na década de 1950.

Em After the Fall (1964; Depois da queda) se observam referências de caráter autobiográfico sobre sua relação com a segunda esposa, a atriz Marilyn Monroe, para quem escrevera anteriormente um roteiro de cinema, The Misfits (1961; Os desajustados).

Em 1969, dirigiu a montagem londrina de sua peça The Price (1968; O preço). Numa fase posterior, Miller dedicou-se preferencialmente a gêneros como o conto e o ensaio sobre teatro.

Fonte: Encyclopaedia Britannica do Brasil Publicações Ltda.
Postar um comentário