terça-feira, 15 de março de 2016

Lendas de Charleston

No antigo cárcere da cidade os visitantes conseguem tirar "estranhas fotos"

Em Charleston, Carolina do Sul, se diz que tem mais espíritos errantes que qualquer outra cidade na América, e é a principal propaganda ou chamariz para os amantes de lendas fantasmagóricas.

Os especialistas do tema paranormal que estiveram visitando Charleston, a indicam como "ponto quente" de atividade paranormal, decorrente de todas as tragédias que ali ocorreram ao longo dos anos, criando espíritos inquietos em grande abundância.

O antigo cárcere da cidade parece ser um dos lugares mais "frequentados" por estes espíritos e os visitantes geralmente conseguem tirar "estranhas fotos".

Outro "hotspot", é a The Battery Carriage House Inn. Vários espíritos são citados neste local, incluindo um torso sem cabeça que só aparece em algumas salas da casa.

Acredita-se que o torso sem cabeça é da época da Guerra Civil, quando uma grande bateria de armas de fogo irrompeu na região. A lenda começa quando um homem, na década de 1930, vai ao telhado fazer trabalhos de reparação, e (dizem) o fantasma do torso sem cabeça aparece por ali. Ao vê-lo, o homem se apavora e salta lá de cima morrendo na queda.

Comenta-se que no restaurante Poogan, situado na 72 de Quenn Street, centro da cidade, a alma de uma mulher é a frequentadora mais assídua. Ao que parece, se trata de uma antiga inquilina chamada Zoe, que morreu nesta casa em 1954. Muitas das pessoas que trabalharam neste restaurante relatam que o espírito de Zoe permanece ali e muito ativo, movendo objetos e os trocando de lugares. Os vizinhos que vivem perto do edifício amiúde têm visto Zoe ao longo dos anos olhando pelas janelas do restaurante, quando o estabelecimento se encontra fechado e sem ninguém dentro.  

Folly Island: Piratas e Soldados da Guerra Civil

Em uma região cheia de carvalhos conhecida como "The Battery" se encontram outras lendas históricas que não descansam em paz. Em outros tempos, muitos piratas foram enforcados naquelas mesmas árvores e muita gente acredita que são os fantasmas dos piratas que aparecem agora caminhando e gritando com as pessoas sob as árvores.



O fantasma do histórico e temível pirata Barba Negra é muitas vezes visto em Folly Island, que se encontra a poucos quilômetros Charleston. Barba Negra e seu cruel bando cortaram gargantas nesse lugar e ameaçaram incendiar a cidade. O que muita gente não sabe, era que Folly Island foi um dos lugares onde se ocultava Barba Negra e que inclusive construiu uma casa ali.

Os fantasmas de muitos soldados da Guerra Civil se reportam com frequência em Folly Island. Forte Wagner já não existe como a ilha de Morris, exceto durante a maré baixa. A única coisa que se pode ver na ilha de Morris com a maré alta é o farol, onde, com o decorrer dos anos, algumas pessoas têm avistado um oficial confederado.

Nos últimos anos, a polícia em Folly Beach e a Guarda Costeira tem sido frequentemente alertada por testemunhas que veem uma mulher que olha para fora da porta desse farol. Descrevem-na vestida de preto com um avental branco. Algumas pessoas afirmam que é o fantasma de uma mulher de um antigo faroleiro. Não se sabe exatamente quem era, mas se tem encontrado relatos deste caso há 100 anos. Algumas pessoas relataram que havia uma casa de três andares em frente ao farol, que estava lá há muitos anos e as famílias que ali viviam também morreram lá.  

Bem perto da mesma região se encontram também os túmulos dos mortos na Guerra Civil, onde há relatos de aparições de "soldados do passado". A longa lista de mortos da guerra, enterrados em Folly Island. Homens que enfrentaram a morte de uma maneira horrível e brutal nesse lugar, assassinados e enterrados em valas comuns.

Não é de estranhar, portanto, que a região se tornou um foco de atividade paranormal.


Fonte: Leyendas de Charleston- Carolina del Sur
Postar um comentário