sábado, 1 de novembro de 2008

A Górgona

"O filme que eu pretendo comentar agora é A Górgona (The Gorgon, 1964), de Terence Fisher, talvez o principal diretor da Hammer, cultuada produtora inglesa da década de 60. Fisher é o diretor dos primeiros filmes de Drácula da produtora como: O Vampiro da Noite (1958) e Drácula: Príncipe das Trevas (1965), além do interlúdio As Noivas do Vampiro (1960) e outros filmes do gênero. O filme é ótimo e tem no elenco os lendários Christopher Lee e Peter Cushing.

Na história, uma megera, criatura da mitologia grega que tem cobras na cabeça e que tem o poder de transformar as pessoas em pedra, só com o olhar. A Górgona é uma das três megeras. A Medusa talvez seja a mais famosa (esqueci o nome da outra megera). O filme tem um clima muito bom e a qualidade de tornar a história verossímil.

Lá pelo meio a gente está torcendo pelos personagens, curioso pra descobrir o mistério por trás da trama e até com o certo medo da tal megera. O legal foi que esse filme, inédito em VHS e DVD no Brasil, passou num Intercine da Rede Globo. Seria muito legal se passassem mais filmes da Hammer." (Fonte: Diário de um Cinéfilo)

Ficha Técnica

Título: A Górgona (The Gorgon)
Ano: 1964
País: Inglaterra
Estúdio: Hammer Films
Duração: 90 minutos
Direção: Terence Fisher
Elenco: Christopher Lee, Peter Cushing, Barbara Shelley
Características: Legendado/Dublado

Sinopse

Num vilarejo desconhecido na Europa Central do século 19, a figura mitológica de uma górgona (mulher com cabelos de serpentes) ainda transforma em pedra as vitimas em que fixa seu olhar durante a noite. Mas investigador quer saber sua identidade durante o dia.

Fonte: Boca do Inferno